teste de personalidade

Teste de personalidade: 7 ferramentas muito utilizadas em gestão de pessoas

  |  Tempo de leitura: 7 minutos

Quando estamos falando de contratação e gestão de pessoas, o teste de personalidade surge como uma ferramenta poderosa. É um aliado fundamental capaz de detectar padrões comportamentais entre os indivíduos.

Se você já participou de processos seletivos de empresas, com certeza já passou por vários testes de personalidade. Isso porque essa é uma maneira muito eficaz das empresas recrutarem pessoas que estejam mais alinhadas à cultura organizacional e que estejam preparadas para determinados desafios.

Antes de tudo é importante entender que teste de personalidade é diferente de teste psicológico. Muita gente confunde esses dois, mas a diferença é simples.

O teste psicológico só pode ser aplicado por um profissional qualificado, ou seja, um psicólogo. Nele será avaliado o comportamento de uma pessoa a partir de tarefas e desafios que devem ser respondidos. Vale ressaltar que é um teste capaz até de descobrir quadros patológicos, como ansiedade ou estresse.

Já o teste de personalidade possui menos restrições, porque pode ser aplicado por um psicólogo ou por outros profissionais (aliás, você mesmo pode fazer o teste sozinho). É utilizado para analisar padrões comportamentais e a maneira de agir em diversas situações, sendo composto por várias perguntas que vão desenhando as características mais marcantes do indivíduo.

Teste de personalidade: quais são os seus benefícios?

Agora que já entendemos alguns conceitos básicos, vamos focar no teste de personalidade e alguns dos seus benefícios para as organizações. 

No geral, as maiores vantagens de aplicar esses testes serão as contratações mais certeiras e uma gestão de talentos interna eficaz, mas vamos conferir um pouquinho mais no detalhe.

1. Alinhamento à cultura organizacional da empresa

A cultura de uma empresa é o seu DNA. Encontrar funcionários alinhados aos valores pregados dentro daquele ambiente é essencial para que os resultados sejam alcançados e as pessoas se sintam bem trabalhando.

A partir do momento em que você entende os padrões comportamentais das pessoas com um teste de personalidade, fica mais fácil ter clareza se elas irão ou não se adaptar à cultura organizacional da empresa. 

Dessa forma, você diminui os riscos de contratação de indivíduos que não conseguiriam se adaptar àquele ambiente e, consequentemente, também pode reduzir o turn over, ou seja, o número de pedidos de demissão da empresa.

2. Identificação de competências

Ao avaliar a personalidade de uma pessoa, você é capaz de identificar as competências daquele candidato. Dessa forma, fica mais fácil entender se há compatibilidade com as vagas em aberto na empresa.

Um exemplo prático torna mais fácil a compreensão desse grande benefício dos testes de personalidade: se você é uma pessoa muito expansiva e com competências de liderança, provavelmente terá fit com vagas de gestão e que exigem maior exposição. Dificilmente será alocado para vagas mais introspectivas, por exemplo.

3. Planos de sucessão

O plano de sucessão interno é um grande desafio que pode ter como aliado os testes de personalidade. Quando a empresa tem mais clareza sobre os traços de comportamento e personalidade de seus funcionários, fica mais fácil planejar as sucessões.

Dessa forma, a organização é capaz de fazer escolhas com maiores chances de sucesso e tem mais clareza sobre quem está mais próximo de assumir um cargo de gestão, quem poderia se encaixar melhor em outra área ou se tornar um especialista.

4. Formação de times mais eficazes

A gestão de talentos é sempre um desafio. Formar times diversos com funcionários complementares, que trabalhem em harmonia e tenham um alto desempenho não é simples.

Para facilitar essa tarefa, é importante identificar as características comportamentais mais marcantes, pontos fortes e fracos de cada indivíduo. Assim, são maiores as chances de colocar os funcionários em posições que sejam satisfatórias e nas quais tenham bom nível de performance.

5. Autoconhecimento

Os testes de personalidade são ótimas ferramentas a serem oferecidas para funcionários empenhados em se conhecerem melhor para aprimorarem o seu desempenho e crescerem na carreira.

Quando a empresa demonstra preocupação na evolução e conhecimento de seus colaboradores, consequentemente a imagem que constróem no mercado é melhor. Afinal, você prefere estar em um ambiente que te ajuda na sua busca por autoconhecimento ou uma organização que não está nem aí para seus traços comportamentais e como você pode usufruir deles de maneira mais inteligente?

Conheça 7 testes de personalidade muito usados nas empresas

1. DISC

É um teste bem famoso, criado pelo psicólogo William Marston, criador da Mulher Maravilha. O teste te ajuda a entender o tipo de profissional que você é, em quais ambientes você se dá melhor e para quais tipos de tarefas é recomendado. 

Ao receber o resultado do DISC você entenderá qual desses quatro traços de comportamento predominam em sua personalidade:

  • Dominância: como você lida com problemas e desafios;
  • Influência: como você lida com influências e pessoas;
  • Estabilidade: como você lida com mudanças;
  • Complacência: sua resposta às regras estabelecidas por outras pessoas.

2. Eneagrama de Personalidade

O eneagrama tem como objetivo ajudar no entendimento da sua personalidade e como você se relaciona com as pessoas ao seu redor. O eneagrama avalia nove personalidades interconectadas:

1.      Perfeccionista

2.      Prestativo

3.      Bem-sucedido

4.      Individualista/romântico

5.      Observador

6.      Questionador

7.      Sonhador

8.      Confrontador

9.      Preservacionista.

3. Teste de temperamento

Ao realizar o teste de temperamento você descobrirá, segundo a teoria dos quatro humores, qual deles predomina em sua personalidade: Sanguíneo, Colérico, Melancólico ou Fleumático.

Ao compreender qual é aquele mais característico na sua personalidade, poderá entender como trabalhar melhor a sua inteligência emocional e ter mais consciência sobre como se relacionar com pessoas diferentes de você.

4. Teste QUATI

O QUATI é muito usado para cargos de liderança, pois te ajuda a entender se você é bom em trabalhos de equipe.

Por meio de dezesseis tipos psicológicos o teste irá utilizar escolhas situacionais para identificar a sua capacidade de adaptação.

5. Inteligência Emocional

Um dos grandes responsáveis por disseminar a inteligência emocional, Daniel Goleman, considera o Q.E. (quociente de inteligência emocional) mais importante do que o Q.I. para se atingir o sucesso.

Seja você um líder ou liderado, ter uma inteligência emocional bem desenvolvida trará muitos benefícios ao longo da carreira. O teste te ajudará a entender se você sabe reconhecer suas emoções e controlá-las, além de ter mais clareza sobre seu nível de empatia e motivação diante de frustrações.

6. Teste de Produtividade

A produtividade é essencial para que tanto você como a equipe como um todo produzam bem. 

O questionário do teste irá avaliar os resultados entregues por você ou sua equipe de tal forma que você possa entender se está produzindo bem ou se precisaria aprimorar essa esfera.

7. Teste de estilo de liderança

Profissionais que estão prestes a assumir as primeiras lideranças ou quem já possui equipes há bastante tempo: ambos podem usufruir do teste de estilo de liderança.

Ele tem como objetivo te ajudar a entender o tipo de líder que você é, levando em conta o 6 tipos mais comuns: liberal, autoritário, democrático, carismático, especialista e motivador.

Terapia: não é um teste, mas uma ótima ferramenta para se desenvolver

Existem inúmeros testes de personalidade que devem ser aplicados nas organizações. Se realizados com consistência e seriedade, os resultados podem ser muito benéficos para todos os lados.

No entanto, se estiver em busca de ferramentas mais profundas para se desenvolver, procure fazer terapia. Seja você um líder, liderado ou profissional de Recursos Humanos, a terapia com certeza trará muitos benefícios.

Ao longo das sessões com um psicólogo, você irá desenvolver o autoconhecimento muito mais profundamente, entender melhor suas emoções e seus gatilhos.

As possibilidades dentro da terapia são inúmeras e você pode evoluir de diferentes formas, mas uma coisa é certa: você com certeza irá entender mais sobre si mesmo, suas características e personalidade.

Se ainda não começou a sua terapia, encontre o quanto antes um profissional especializado.

A Vittude conecta psicólogos e pacientes, seja para sessões presenciais ou online! Clique aqui e saiba mais!

Bruna Cosenza

Publicitária, escritora e produtora de conteúdo freelancer. Autora do romance "Lola & Benjamin", acredita que as palavras têm poder próprio e são capazes de transformar, inspirar e libertar. É apaixonada por comportamento humano e pela relação entre corpo e mente. Escreve porque considera o conteúdo uma das ferramentas mais poderosas que existem para provocar reflexões e derrubar barreiras.